8 principais métricas do marketing digital que você precisa conhecer

Métricas do Marketing Digital

Confira a seguir 8 principais métricas do marketing digital para o seu negócio e saiba o que melhorar para potencializar os seus lucros

Monitorar as métricas do marketing digital é fundamental para a sua estratégia. Afinal, graças a elas possível saber o que está errado e o que deve ser melhorado para alcançar resultados positivos em seu negócio.

Como o marketing digital está sempre se renovando, novas métricas surgem o tempo todo. Contudo, algumas delas seguem sempre importantes e você deve prestar atenção quando for monitorar as suas estratégias. Quer saber como? Confira mais neste artigo!

8 métricas do marketing digital especiais para a gestão do seu negócio

De acordo com Lord Kelvin (William Thomson), o que não pode ser medido não pode ser controlado, e o que não pode ser controlado não pode ser melhorado. De fato, o pai da escala Kelvin de temperatura sabia o quanto o ato de medir era importante para que seus experimentos alcançassem bons resultados.

Mas, e se aplicarmos essa famosa frase aos dias atuais? Certamente teremos o seguinte questionamento: como obter resultados positivos com suas campanhas de marketing se você sequer sabe o que melhorar nelas? A boa notícia é que é justamente para isso que existem as métricas do marketing digital. A seguir você confere 8 delas.

1. Ticket médio

Como o próprio nome sugere, essa é a métrica de marketing digital que representa o valor médio de vendas realizado em um determinado período. A princípio, o ticket médio é importante porque ajuda o gestor a projetar o crescimento do negócio, a partir de uma meta pré-estabelecida.

Como calcular o ticket médio? Para isso você precisa dividir o faturamento pelo número de vendas no mês. O resultado deverá ser analisado conforme o ticket médio pré-estabelecido para o seu empreendimento. Para ser considerado bom, o ticket médio tem que cobrir os custos gerados pelas vendas.

2. CPA

Outra das métricas do marketing digital que você precisa considerar é o Custo por Ação, mais conhecido como CPA. Ele é importante para saber quanto a sua empresa precisa investir em campanhas para vender um produto ou serviço. Dessa forma, você saberá quanto a ação de “compra” do seu cliente custa para você e assim entender os lucros.

O cálculo do CPA é simples, basta dividir o valor investido na campanha pelo número de clientes alcançados por ela. Quanto menor o CPA, melhor, pois isso significa que é necessário um menor investimento para conquistar um novo cliente.

Mas, por que calcular o CPA? Essa métrica do marketing digital ajuda a planejar as vendas em uma campanha específica como o Black Friday, por exemplo. A partir do histórico anterior você pode saber quanto precisará investir para alcançar o objetivo que pretende.

3. ROI

O Retorno sobre Investimento (Return on Investment, em inglês) é outra métrica do marketing digital que você precisa obrigatoriamente conhecer. Aliás, saiba que ela é uma das principais, por isso não deve ficar de fora no seu negócio!

Como o nome diz, o ROI aponta qual o retorno sobre o valor investido. Para saber qual foi o seu retorno financeiro com uma campanha, você deve subtrair o valor ganho pelo valor investido e depois dividir o resultado pelo valor investido (ROI = valor ganho – valor investido/valor investido).

O ROI positivo é ótimo sinal, enquanto o negativo significa que é preciso repensar nas suas estratégias.

4. Custo por Lead

Além das métricas do marketing digital citadas anteriormente, o CPL também não pode passar despercebido. Até mesmo porque essa métrica mensura o número de leads gerados por alguma campanha.

O valor é calculado dividindo o investimento total da campanha pelo número de leads que ela gerou. No entanto, esteja atento, pois quanto mais baixo o CPL, melhor. Do contrário, o seu ticket médio precisará sem muito bom para custar um lead com investimento alto.

5. Taxa de conversão

Enquanto isso, a taxa de conversão mede a relação entre o número de visitantes do seu site que realizaram uma ação nele. A saber, essa ação pode representar um cadastro para um newsletter ou baixar um e-book específico, por exemplo.

Na verdade, a taxa de conversão está relacionada à boa usabilidade do seu site e à qualidade do conteúdo oferecido nele. Portanto, uma baixa taxa de conversão pode significar problemas específicos, como a falta de uma chamada para a ação, um site que ofereça uma experiência de usuário ruim, uma linguagem inadequada para o público-alvo entre vários outros.

Conforme você pode perceber, a partir do conhecimento da taxa de conversão é possível rever estratégias para que bons resultados sejam alcançados. Para calcular a taxa de conversão, basta dividir o número de visitas do site pelo número de visitantes que realmente realizaram uma ação nele.

6. Tempo gasto no site

Agora, se você deseja saber o quanto o conteúdo que você oferece é relevante ou envolvente para o leitor, pode medir o tempo gasto no site. Aliás, essa é uma das métricas do marketing digital mais fáceis de serem compreendidas e aplicadas, já que existem ferramentas que te ajudam a medir esses números. O Google Analytics, por exemplo, é uma delas.

O fato é que conhecer o tempo em que uma pessoa fica em seu site é muito importante. Afinal de contas, a partir disso você poderá identificar os motivos que estejam impedindo os usuários de passarem mais tempo no seu blog ou site e encontrar soluções para reverter o problema.

7. Taxa de abertura de e-mail

Sem dúvida alguma o e-mail marketing é uma estratégia de marketing digital muito importante. Mas, para que dê certo, é preciso que o destinatário abra o seu e-mail. Portanto, quanto maior a taxa de abertura, melhor!

Mas, como fazer com que as pessoas abram seus e-mails? Nesse caso, o melhor caminho é investir em títulos atrativos, segmentados de acordo com o que deseja comunicar ao seu público-alvo. Além disso, é preciso estar atento ao horário e ao dia de envio. Isso porque em alguns casos o envio na segunda-feira é melhor, mas para outros públicos pode ser na sexta-feira.

Além disso, a taxa de abertura de e-mails também pode te ajudar a excluir da pessoa quem está há muito tempo sem abrir o seu conteúdo. Isso é importante, pois otimiza os resultados da métrica.

8. Taxa de clique

Por fim, o Click-through-rate também é uma das métricas do marketing digital que você dever considerar em seu negócio. Mais conhecida como CTR, ela é importante quando se fala em mídias pagas. Nesse caso, você vai poder mensurar quantas pessoas realmente clicaram no anúncio e melhorar a campanha quando necessário.

O cálculo não é difícil: divide-se o número de cliques no anúncio pelo número de impressões e se multiplica por 100. O resultado será a porcentagem da taxa de cliques.

Como transformar as métricas do marketing digital em estratégias?

8 principais métricas do marketing digital que você precisa conhecer 1
Sem monitorar o desempenho das suas campanhas é impossível melhorar os resultados! Fonte: Freepik

Conforme você pode perceber várias são as métricas do marketing digital que devem ser analisadas para o sucesso de um empreendimento. Contudo, analisá-las de forma assertiva para alcançar resultados positivos requer tempo, dedicação e sobretudo conhecimento profissional. Somente assim será possível transformar os números obtidos com cada métrica em estratégias realmente eficazes.

Nesse sentido, conte com a Agência Animame. Oferecemos planejamento, estratégia, ações de inbound e automação, conteúdo omni-channel, vídeo marketing entre vários outros serviços que certamente irão transformar a comunicação da sua empresa com o seu público. Gostou? Então solicite hoje mesmo um orçamento personalizado!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email